Pescadores sobreviveram comendo cadáver de parceiro

 

Dois pescadores russos ficaram perdidos por meses em taiga, nordeste da Sibéria, um dos lugares mais inóspitos do mundo. Para sobreviver os dois homens comeram a carne do cadáver de outro pescador segundo um jornal local.
 
Porém não houve assassinato, pois o homem morreu na taiga devido as condições meteorológicas e falta de alimentos, disse um dos policiais responsáveis pela investigação do caso.
 
Os três pescadores haviam ido para Yakutia, no nordeste da Sibéria, em agosto e logo depois desapareceram. No final de novembro dois deles foram encontrados perto de um rio, a 250 quilômetros da cidade mais próxima. Mais tarde foram descobertos restos de um corpo humano, e a policia tinha suspeitas de canibalismo.
 
Quando interrogados os dois pescadores confessaram que se alimentaram por semanas com a carne de seu colega que morreu devido ao frio, pois não encontraram outra forma de se alimentarem e a fome era imensa.
 
Bizarro! Se a lenda fosse verdadeira será que eles virariam o Wendigo?
 
*De acordo com wikipédia o Wendigo é um ser mitológico formado a partir de um humano que passou muita fome durante um inverno rigoroso, e para se alimentar, comeu seus próprios companheiros. 
 
Após perpetuar atos canibais por muito tempo, acaba se tornando este monstro e ganha muitos atributos para caçar e se alimentar mais como, por exemplo, poder imitar a voz humana, escalar árvores, suportar cargas muito pesadas, e, além disso, tem uma inteligência sobrehumana
 
A taiga siberiana é uma vasta região do Norte da Rússia e do Cazaquistão que conta com uma floresta inexplorada e misteriosa com mais de 100 mil km² de área.

 

Deixe seu Comentario!

Email (Não será publicado) (Obrigatório)