O recorde olímpico mais antigo que ainda não foi batido

O recorde olímpico mais antigo ainda vigente pertence ao norte-americano Bob Beamon. Na olimpíada do México em 1968 ele cravou 8,90m no saldo em distância masculino. O atleta estraçalhou a marca anterior (8,27m) elevando-a em 63c. Geralmente, as quebras de recordes diferem em poucos centímetros  O “voo” de Beamon foi tão expressivo que nem pôde ser medido pelos equipamentos ópticos da época. Foi preciso usar uma fita métrica comum! Até agora , ele só foi superado fora dos Jogos Olímpicos em 1991, o norte americano Mike Powell saltou 8,95m.

Entre os brasileiros, o recorde olímpico que mais durou foi o do velocista Joaquim Cruz nos 800m dos Jogos de Los Angeles (1984). ele fez a prova em 1 minuto e 43 segundos cravados, mas 12 anos depois o norueguês Vebjorn Rodal cumpriu o meso percurso dois centésimos mais rápido.

Deixe seu Comentario!

Email (Não será publicado) (Obrigatório)