Maiores decepçoes do cinema!

Sucker Punch (25 de março de 2011)

Dragões, samurais, zumbis e meninas “seminuas”. O primeiro filme original de Zack Snyder (Batman V Superman) tinha tudo para ir bem nas bilheterias, porém os números não mentem, o filme é um fracasso.

 

Lanterna Verde (17 de junho de 2011)

As várias mudanças no roteiro, o protagonista sem carisma e os efeitos especiais ajudaram o filme amargar um fracasso nada desejado pela Warner Bros. Mesmo com a popularidade do personagem baseado no quadrinhos da DC e a ajuda da tecnologia 3D, o Lanterna Verde foi um verdadeira decepção no mundo do cinema.

 

Happy Feet 2 (18 de novembro de 2011)

Com quase o dobro do orçamento do primeiro filme, por conta conversão em 3D, o longa arrecadou muito menos do que esperava. Essa é a prova que a tecnologia 3D nem sempre a melhor opção para um filme fazer sucesso nos cinemas.

 

John Carter (9 de março de 2012)

Apesar de seu heroísmo e seus efeitos especiais, o filme John Carter – Entre dois mundos se transformou em um grande desastre de bilheteria, talvez o maior fracasso na história do cinema. O filme da Disney, que teve a direção de Andrew Stanton, custou mais de US$ 250 milhões, e arrecadou US$ 54 milhões nos Estados Unidos, o principal mercado mundial do cinema.

 

Rock of Ages (15 de Junho de 2012)

Tinha tudo para ser um sucesso, afinal o longa era um musical com jeitão do hit televisivo Glee, canções de rock farofa que todo mundo conhece e um elenco com nomes como Tom Cruise e Catherine Zeta-Jones. Mas, produzido a US$ 75 milhões, a filme estacionou nos US$ 56 milhões arrecadados.

 

Depois da Terra (31 de maio de 2013)

Will Smith é um astro querido pelo público, mas muita gente torceu o nariz quando ele anunciou que faria um filme com o diretor M. Night Shyamalan. Tamanha desconfiança repercutiu nas bilheterias, com o filme arrecadando apenas US$ 60,5 milhões nos EUA. O orçamento de Depois da Terra foi de US$ 130 milhões, ou seja, mais que o dobro do arrecadado.

 

O Cavaleiro Solitário (3 de Julho de 2013)

A ideia de mais uma vez reunir o diretor Gore Verbinski com o astro Johnny Depp, repetindo a dobradinha de Piratas do Caribe, era animadora. Além disto, o filme oferecia a Depp a chance de criar mais um personagem excêntrico para sua galeria. Entretanto, o orçamento estourou durante as filmagens e chegou a US$ 215 milhões, sem contar a quantia investida na campanha de marketing. Com apenas US$ 89,3 milhões nas bilheterias americanas, O Cavaleiro Solitário se tornou um dos maiores fracassos da carreira de Johnny Depp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *