Golpe da dona de casa que ganha R$16.000

Milhares de páginas oferecem oferta especial para se ganhar bastante dinheiro trabalhando pela internet, mas será que isso é verdade ou mais um golpe?

Não são poucas as páginas com a oferta: Trabalhe em casa e ganhe muito dinheiro pela web. Em todas, podemos conhecer a história de uma dona de casa que resolveu trabalhar na internet e atualmente ganha mais de R$ 16.000 por mês.

Para saber como ganhar tanto dinheiro assim, o internauta deverá pagar uma certa quantia, geralmente, em cartão de crédito.

Mãe ganha 16.000 por mês trabalhando na web! Verdadeiro ou farsa?

Reprodução do site: Mãe ganha 16.000 por mês trabalhando na web! Verdadeiro ou farsa?

Será que isso é verdadeiro ou farsa?

Todos os sites “do ramo” possuem quase sempre as mesmas características:

  • Mostram alguns logotipos de emissoras de TV para dar mais credibilidade
  • Em vários trechos é escrito com letras maiúsculas e/ou com textos em destaque
  • Exibem uma reportagem de um jornal da TV sobre o trabalho em casa
  • Contam a história de uma mãe e/ou dona de casa que resolveu trabalhar em casa
  • Mostram cheques dos pagamentos recebidos
  • Exibem vários depoimentos de pessoas que já se deram bem com o “curso”
  • Possuem um texto cheio de falhas e erros
  • Não há nenhum link para contato

A Página Engana-Trouxa

Todas as páginas do gênero começam do mesmo jeito, contando a história da mãe e dona de casa “Maria Carolina de Nova Iorque”, que estaria ganhando cerca de R$16.000 por mês “trabalhando na internet”. Em alguns casos, o nome muda, mas a história é a mesma.

Acreditamos que o nome “Maria Carolina” não seja muito comum em Nova York. Nos Estados Unidos, há um golpe semelhante, mas a mãe que teria ficado milionária se chamaria Melissa Jonhson ou, em outras versões, Kim Barnes.

De qualquer forma, resolvemos pesquisar quem é a moça que aparece nas fotos e descobrimos que a fotografia foi adquirida em um site que disponibiliza imagens para publicidade:

Maria Carolina: (Foto: http://www.istockphoto.com/stock-photo-4413753-mother-and-son.php)

Maria Carolina: (Foto: http://www.istockphoto.com/stock-photo-4413753-mother-and-son.php)

Aliás, no Istock Photo há outras poses dessa modelo segurando o bebê. Será que a Maria Carolina também é modelo, além de “moça que trabalha com internet”?

Além disso, o site possui alguns campos que tentam gerar certa pressão no leitor para, talvez, fazer com que o trouxa incauto acabe clicando para comprar o tal método de como ganhar dinheiro na web. Um exemplo é o quadro que aparece nas laterais do site, avisando que a “oferta” acaba em apenas um dia.

Como podemos ver no código-fonte da página, o tal aviso de expiração da oferta é, na verdade, um script que gera a mensagem automaticamente. Sempre que o visitante entrar no site, o sistema lhe dirá que falta somente um dia para o fim da promoção.

trabalhe_em_casa

Os comentários

Como a página falsa é benfeita, não poderiam faltar também os comentários. Geralmente, são centenas de pessoas que estariam contentes com o “método”. Não há nenhum comentário de cliente arrependido ou descontente com o “produto”. Estranho, né?

O fato é que não há como comentar no site! O campo para comentários simplesmente não funciona!

O vídeo com reportagem

Todas as páginas falsas que vendem métodos fajutos para ganhar dinheiro na internet exibem um vídeo com uma reportagem do jornal SBT Brasil sobre trabalhar em casa, mas a matéria nada tem a ver com o tal sistema. A entrevistada Joselma Oliveira Goulart é uma funcionária pública e a Kênia Gonçalves é Gerente de Negócios de uma empresa (que também não tem nada a ver com a Internet Lucros).

O vídeo também não está listado no YouTube e só é possível assisti-lo por meio do link. Há outras cópias dessa mesma reportagem disponíveis na web, mas somente nesse os comentários são bloqueados. Por que será?

O site do tipo Internet Lucros

Vamos supor que ficamos interessados em como ganhar dinheiro trabalhando na internet e clicamos no link para comprar o tal método (ou o tal curso). Nesse caso, caímos num site chamado Internet Lucros, mas existem vários semelhantes a esse com outros nomes.

Ao entrar nessa página, depois de ler as promessas de que seremos nossos próprios patrões, devemos inserir o nome, CEP e e-mail. O sistema irá verificar se há disponibilidade para a nossa área.

A verdade é que o sistema não verifica nada! Qualquer CEP colocado dá como resposta uma vaga disponível. No vídeo abaixo, preenchemos os campos com o CEP “000000” e a resposta foi…

Seu browser não suporta iframes.

Não entendemos porque um curso feito pela internet (que na teoria, pode ser acessado de qualquer lugar do mundo em qualquer horário) precisa de ter disponibilidade por área. O mais provável é que essa falsa consulta gere uma expectativa no internauta, que ficaria mais tentado a fechar o negócio em vista da “alta procura”.

Depois de “consultar” o seu CEP, o sistema apresenta uma página afirmando que é possível se ganhar R$375 por dia trabalhando apenas 60 minutos.

Apenas lembrando que R$375 por dia daria “apenas” R$11.250 num mês e não R$16.000 como foi prometido na primeira página… Mesmo assim, seria um bom negócio se fosse verdade. Se fosse verdade!

Ainda nessa página, podemos ver vários outros depoimentos de felizes clientes que estariam ganhando rios de dinheiro depois da compra do tal método. Igualmente, não há nenhuma forma de entrar em contato com esses “felizardos”.

Reprodução do site que engana-trouxa!

Reprodução do site que engana-trouxa!

É claro que não há como contatá-los porque eles não existem! Todas as imagens apresentadas no site foram compradas em sites que disponibilizam fotografias para publicidade. Vejam esses exemplos:

Mariana Alves

Mariana Alves

http://www.123rf.com/photo_8526711_female-african-american-student-sat-at-her-desk-in-class-at-school.html

Rafael Gonçalves

Rafael Gonçalves

http://www.istockphoto.com/stock-photo-7449072-handsome-hispanic-male-having-a-laugh.php?st=c88d0dc

Sara Lopes

Sara Lopes

http://www.fotosearch.de/bilder-fotos/schwarzwald.html#comp.asp?recid=60729376&xtra=

Miguel Alváres

Miguel Alváres

http://www.bigstockphoto.com/image-873092/stock-photo-man-in-restaurant-smiling

Procuramos pelos nomes citados nessa página nas redes sociais, mas nenhum deles possui qualquer relação com o tal método para ganhar dinheiro na internet.

O que é a página?

Desde que entra na página (e até mesmo depois da compra), o internauta fica sem saber o que está comprando. Seria um curso? Seria uma apostila? Um DVD? Qual seria o método tão eficaz para se ficar rico tão rapidamente?

E ainda, como serão feitos os pagamentos aos que adquirirem o método? Em cheque, depósito bancário? Isso também não é explicado.

O conto do vigário funciona da seguinte maneira: O internauta – muitas vezes com pouco dinheiro, desempregado e à procura de uma oportunidade – acredita no método e insere seu número de cartão de crédito numa página aparentemente segura do site. Depois de perceber que caiu num golpe e que perdeu dinheiro, cria uma página semelhante e tenta atrair novos trouxas clientes até se recuperar do prejuízo.

Depois que se recupera do golpe (ou quando vê que a casa está para cair), o novo enganador tira a sua página do ar. E quem caiu, caiu…

No Google, por exemplo, podemos achar diversas páginas desse tipo que já não existem mais. Ao entrar na página, há o aviso de “página fora do ar” ou “endereço inexistente”!

Entramos em contato com algumas das pessoas lesadas por esse tipo de golpe, mas, infelizmente, nenhuma delas quis nos dar algum depoimento.

O que fazer para não cair nessa

É claro que há maneiras lícitas e bacanas de se ganhar dinheiro na web e para todas elas é necessário que se trabalhe. Que se trabalhe muito!

Existem centenas de programas de afiliados sérios, com os quais o internauta pode ganhar comissões por cada venda realizada. Mas já fiquem sabendo que são necessárias muitas vendas para se gerar uma receita bacana.

Fique esperto para não cair nas armadilhas da web:

  • Desconfie sempre que a esmola for muita
  • Nada vem fácil
  • Pesquise sempre antes de adquirir esses métodos milagrosos
  • Nenhuma empresa séria exige pagamentos para contratar funcionários
  • Denuncie os golpistas

Conclusão

Cuidado com os golpes na web! Quando a esmola é demais, até o santo desconfia.

Fonte:E-farsas

Deixe seu Comentario!

Email (Não será publicado) (Obrigatório)