5 curiosidades sobre os aviões

Antes um luxo para poucos, viajar de avião ficou mais acessível no País nos últimos anos. Em 2010, mais de 74 milhões de embarques foram realizados no Brasil. E a tendência é que cada vez mais brasileiros usufruam do transporte aéreo.

1. Como um avião se mantem no ar?

1 5 curiosidades sobre os aviões

Para entender como um avião se mantém no céu é preciso conhecer um pouquinho de física. A resposta está nadiferença de pressão. O coordenador-geral do curso de Ciências Aeronáuticas da PUC-GO, Raul Francé, explica: ‘imagine um filete de ar dividido em dois a partir do primeiro contato com a asa da aeronave. Uma parte passa por baixo, outra, por cima. A parte que passa por cima, onde a asa tem uma curva, tem menos partículas de ar e demora mais para chegar ao final. Assim, a pressão será maior onde há mais partículas, ou seja, na parte inferior da asa, empurrando o avião para cima. Só isso!’, brinca o ex-comandante.

Mas não é só isso, não. Francé complementa: ‘quando a aeronave começa a correr e atinge cerca de 100 nós (ou 185,2 km/h), a asa começa a puxá-la para cima. E mais uma coisa: você puxa o ‘nariz’ da aeronave para cima e o manche para trás. O ângulo de ataque da asa fica maior, e o avião ganha mais sustentação ainda. O motor é para manter velocidade.’

2.Como funcionam as caixas pretas?

2 5 curiosidades sobre os aviões

Essa é mais simples de entender: são caixas metálicas que envolvem, cada uma, dois sistemas eletrônicos diferentes. Uma grava o áudio da cabine, de vozes ao som ambiente, com capacidade para até duas horas, que vão sobrepondo-se até um evento violento, como um acidente, acontecer. Outra registra os parâmetros de voo: altitude do avião, velocidade e manobras, por exemplo.

E essas caixas, na verdade, são da cor laranja, de visibilidade muito maior no caso de estarem perdidas em uma floresta, entre destroços ou no mar. As duas costumam ficar separadas uma da outra, mas ambas, normalmente, estão na parte traseira do avião, localização que, estatisticamente, garante mais seguranca, de acordo com o coordenador do curso de Ciências Aeronáuticas da PUC-RS, Hildebrando Hoffmann.

Revestidas por liga de alumínio, internamente elas têm um bloco muito robusto feito de titânio ou aço inoxidável que protege as memórias, e resistem a impactos de até 34 toneladas, temperatura de até 1.100°C por 30 minutos e submersão de até 5km.

3.Qual e a maior altura que um avião pode voar?

3 5 curiosidades sobre os aviões

De acordo com o coordenador do curso de Ciências Aeronáuticas da PUC-RS, Hildebrando Hoffmann, aeronaves comerciais podem voar a até 42 mil pés (ou 12,6 km). Contudo, o normal é que fiquem em torno dos 40 mil pés. Aviões executivos, que são menores e normalmente particulares, podem ir a 46 mil ou, com menos frequência, a até 50 mil pés (15,2 km).

O coordenador-geral do curso de Ciências Aeronáuticas da PUC-GO, Raul Francé, lembra que existem aviões militares que podem ir além desse limite. ‘Para subir mais, tem que ser mais leve para que se gaste menos combustível, pois é preciso bastante para garantir potência ao motor’, explica Francé.

4. Qual é o maior avião do mundo?

4b 5 curiosidades sobre os aviões

É o russo Antonov An-225, da fabricante de mesmo nome, e que esteve pela primeira vez no Brasil em 2010, transportando cargas pesadíssimas para uma refinaria da Petrobrás. O maior cargueiro do mundo tem 84 m de comprimento e 88 m de envergadura.

Para se ter uma ideia, se adaptado apropriadamente, poderia transportar 1,5 mil passageiros. O maior avião comercial em funcionamento hoje, o Airbus-380, pode transportar até 853 pessoas.

5. Porque os aviões costumam ser brancos?

5 5 curiosidades sobre os aviões

Não existe nenhuma orientação oficial ou explicação científica. A decisão da pintura é da empresa. Por questões de ordem prática, é mais fácil e barato usar a branca. Uma pintura branca em um Boeing 767 custa entre US$ 100 mil e US$ 120 mil. ‘Outras mais complexas, como as aeronaves da Azul, com aquela bandeirinha cheia de cores, custam mais. Mas o preço depende muito do modelo e dos detalhes’, diz o gerente-geral de manutenção da TAP em Porto Alegre, Antonio Augusto de Azevedo Eick.

Há empresas como a American Airlines que preferem apenas o polimento, que deixam o avião com aparência prateada. Além de razões estéticas, econômicas e sustentáveis (o descarte da tinta na hora da remoção para uma repintura é um problema), essa decisão evita que o avião ganhe mais peso: para pintar um Boeing 767, usa-se cerca de 400 kg de tinta. Se compararmos com seu peso total, 105 toneladas, não parece muito, mas pense que isso pode representar cinco passageiros a menos, se considerarmos um peso médio de 75 kg.

Deixe seu Comentario!

    Atualmente Temos 1 comentário Quero comentar!
  1. higor disse:

      nossa ajudo muito no trabalho da escola

Email (Não será publicado) (Obrigatório)